Igreja da Vila Madalena

Vou retomar um pouco o último post, em que eu havia dito que, após a conclusão do Workshop com a Erieta, iríamos fotografar algumas obras brutalistas para a professora Ruth Verde Zein.

Acabei fotografando a Igreja da Vila Madalena, que fica na Rua Girassol, projeto do arquiteto Joaquim Guedes em 1956. Durante a sessão de fotos, fiquei conversando um tempão com o padre, que me contou toda a história da Igreja e como seu projeto foi completamente modificado ao longo dos anos. O altar – que hoje se encontra no final da Igreja (como em qualquer projeto padrão) – na verdade ficava exatamente no meio do edifício, na mesma cota do acesso ao prédio. Assim, os convidados/fiéis subiam as escadas e se posicionavam de ambos os lados, como em uma arquibancada, e a missa (ou casamento, ou rituais em geral) se dava de forma dinâmica por ter um público de ambos os lados.

A  idéia era excelente! Afinal o ritual religioso nada mais é que um teatro de fé… Foi uma sacada incrível! Mas eis que, ao longo dos anos, outros padres não se adaptaram a esta idéia e construíram um  alto tablado em uma das pontas do interior do edifício, eliminando o lindo “palco” central. Na outra ponta foi construído um velho e bom puxadinho – no caso uma sala em divisórias móveis para assuntos administrativos e filantrópicos da Igreja. Enfim, um desastre completo.

No entanto, a atual gestão do santuário tem vontade de reformar e dar novamente as características originais ao projeto. Além das características perdidas, o concreto das paredes está degradado, a laje nervurada cheia de infiltrações, grande parte dos tijolos de vidro com respiro – que servem ao mesmo tempo de vedação, entrada de luz natural e garantia de conforto térmico constante – estão quebrados, o piso cimentado da entrada está completamente rachado… Enfim, há muito o que ser restaurado. Inclusive os gradis poderiam ser uma coisa à la Praça da Amauri: enterrados durante o dia e aparentes durante à noite, tipo guilhotina. Ok, muito sonho pra um restauro, mas ia ser incrível ver esta Igreja aberta para a rua! Quem sabe um dia…

Ainda assim, com todos os problemas, a obra é linda. Seguem as fotos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: